Páginas

Mudanças






Apesar de todos "ano novo, vida nova", "esse ano tudo vai ser diferente", "esse ano eu vou mudar" e tantos outros clichês de ano-novo, eu não me dou bem com mudanças.  Fico desesperada, ansiosa, realmente não me sinto bem.

Mas é exatamente isso o que está acontecendo. Logo nesses primeiros dias de 2017, já fui atordoada por diversas mudanças que, em outras perspectivas são consideradas coisas pequenas, sem importância, mas que para mim representam toda uma obrigatoriedade de abandonar a minha zona de conforto.

Muito drama? Pense o que quiser!

Tento me manter otimista. Acredite, as coisas melhoram muito quando você se concentra em ver o lado bom das coisas. Entretanto, ainda é difícil.

Mas é como diz aquela famosa frase do Rubem Alves diz: "Não haverá borboletas se a vida não passar por longas metamorfoses". 





Postar um comentário